Aline grátis na Amazon

BY Pat Kovacs IN , , , , -

A promoção do livro gratuito na Amazon Kindle Store desta semana é com o Aline, um conto espiritualista escrito em 2008, feito presente de aniversário para uma antiga amiga do falecido Orkut.
"Aline, ao completar 16 anos, ganha um presente muito especial de seu Mentor Espiritual.
Porém, antes disso, Snake ajuda sua protegida a resolver os problemas com os amigos encarnados."
Download gratuito até o próximo dia 4 de outubro, sábado.

https://www.amazon.com.br/dp/B00LZVRK1U

Aproveite para conhecer os outros livros e contos disponíveis na loja, cujos valores variam entre R$1,99, R$3,99 e R$5,99. CLICANDO AQUI.

Conto de romantismo pós-guerra

BY Pat Kovacs IN , , -

ACREDITO que este seja o último texto publicável do Snake, que faltava a ser publicado na Amazon Kindle Store! Havia o Redenção que publiquei na semana passada: estava todo pronto, com capa e tudo, há mais de dois meses, mas simplesmente esqueci dele!

Então, na mesma medida, acabei me lembrando de "Só Resta o Começo". Melhor dizendo, fiquei na dúvida se ele já fora publicado na Amazon ou não, como conto individual. Então, ainda não tinha :/


Só Resta o Começo é mais um dos contos publicados anteriormente na coletânea Romances em Fragmentos. Resolvi destrinchar essa coletânea para dar a oportunidade dos leitores adquirirem apenas o conto que interessa pela metade do preço. Agora todos estão lançados como solos e também todos podem ser lidos num único livro - fica a escolha de cada um :)

Sobre este conto da postagem, ele foi escrito em 2004 (ou 05 ou 06, por aí) em resposta a um desafio proposto no site SnapeMione Fanfics, de Sarah Snape (Daniela Molon). Assim como TODOS os textos da Série Snake Stories, Só Resta o Começo também era uma fanfic originalmente, ambientada no Universo de Harry Potter, tendo como principais personagens Severo Snape e Hermione Granger, fazendo par romântico (?!!) na maioria das histórias.

Então, sacudi a minha própria varinha mágica e transformei quase todos os textos em originais. Como fiz isso? Mudei o pano de fundo ( o Universo HP), troquei os personagens de HP por POs (Personagens Originais) e mantive a história, que é a parte original da fanfic. Daí, o que temos são histórias influenciadas pelo Universo HP, mas não tão somente... pois Snake sempre escreveu baseado em várias outras influências, como Matrix, Brumas de Avalon, Senhor dos Anéis e vários desenhos animados japoneses.

Dessa batida, surgiu a Série Snake Stories. Mas como nós vamos além por ter uma mente irrequieta, a SSS não é a única. Temos diversos outros, originais "de verdade" (que não começaram como fanfics), como Hybrida, Raptores e demais séries de Encantados, além de diversos outros contos e noveletas.

Por fim, Só Resta o Começo encerra os contos que faltavam para serem laçados de forma solo, mas isso não significa que terminou o repertório de Snake! Não mesmo! Temos mais outras adaptações para trazer, algumas ainda inéditas até em seu formato fanfic. A próxima, inclusive, é uma adaptação bem leve, pois TODOS os personagens são originais. Está em fase de acabamento e em breve estará, também, disponível na Amazon :)

Nos aguarde! Snake foi para Aruanda, mas sempre manda seus mensageiros ;)

Livro Infantil Gratuito

BY Pat Kovacs IN , , , -

De hoje até o dia 27 de setembro - Dia de Cosme & Damião - o meu livrinho infantil de Fantasia, 3 Bruxinhos & 1 Gato-lagarto, estará disponível para download gratuito na loja da Amazon Kindle.

É um conto escrito há uns 4 anos e lançado na antologia infantil "Poções, Encantos & Assombrações", em parceria com Jossi Borges, Celly Monteiro e Yane Faria.

3 Bruxinhos & 1 Gato-lagarto conta a desventura de 3 crianças-bruxas que tentam alcançar uma graça das Fadas do Sol e da Lua, para tirarem boa nota na prova do dia seguinte, mas tudo dá errado e então começa a confusão entre os três, deixando Zappa, o Gato-lagarto, muito irritado.

Foi uma tentativa de escrever para o público infantil - e eu não gostei da experiência, rs.

E se você quiser conferir se a história é engraçadinha, basta baixar o e-Pub aqui: https://www.amazon.com.br/dp/B00GMQC2K2.

Cumprindo Promessas

BY Pat Kovacs IN , , , 1 comentário

CUMPRINDO PROMESSAS foi um conto escrito para ser publicado na antologia de Natal de 2013, em parceria com a escritora Jossi Borges.

Dito e feito, o conto foi para lá. E agora, passado quase um ano, lembro de transformá-lo em e-Pub e enviá-lo para Amazon Kindle Store :)

No conto, o protagonista Emmanuel é um médico gaúcho recém chegado ao Rio de Janeiro. Umbandista, foi acolhido por Jamil em seu coração e terreiro.

No primeiro Natal longe de casa, o jovem vivenciará o maior de todos os presentes, a revelação de quem ele foi em sua última encarnação e compreenderá o afeto que o une à família de Jamil.

Cumprindo Promessas é um conto que fala de despedidas e reencontros, de perda e de esperança. Mostra os laços afetivos que permanecem mesmo após a morte, unindo pessoas ao longo das Eras.

Amor cristão sob a ótica umbandista. Reencarnação. Reencontros. Promessas cumpridas.

Em formato e-Pub, o livro pode ser adquirido na Amazon Kindle Store pelo valor mínimo de R$ 1,99.

Novo conto na Amazon

BY Pat Kovacs IN , , -

Redenção é um conto da Série Snake Stories, publicado na coletânea Romances em Fragmentos, sendo o último desse livro a ganhar uma versão individual em e-Pub e publicado na Amazon Kindle Store.

Redenção conta o início de um amor aparentemente impossível, cujos fatos são contados pelos dois personagens centrais: Julliette e Romero, cada um sob o seu ponto de vista.

Julliette e Romero são dois jovens bruxos, aspirantes à magos na Escola de Magia e Alquimia Hermes Trismegistu. Enquanto Julliette é uma bruxa natural, sem ligações mágicas familiares, Romero vem de uma linhagem antiga e tradicional, em que a estirpe é sagrada acima de tudo, não sendo aceito nenhum tipo de envolvimento com bruxos que não possuem o mesmo antecedente em Magia. Só por isso, até mesmo a amizade entre ambos seria inaceitável.

Porém, o destino sempre tão irônico, coloca esses dois personagens em uma situação em que o proibido será despertado, gerando um conflito que, naquele momento, nem Julliette e nem Romero poderão lutar contra as circunstâncias que os impedem de viver o romance.

Para quem gosta de romance dramático, com pouco açúcar e um final sem happy end, Redenção é uma boa dica de leitura rápida e prazerosa.

Conto de Ficção Fantástica, inicialmente inspirado no Universo de Harry Potter, para jovens adultos. A venda na Amazon Kindle Store, no formato e-Pub, por apenas R$ 1,99.

Livro Gratuito na Amazon

BY Pat Kovacs IN , , , , 1 comentário


Agora que aprendi a usar as ferramentas de promoções na Amazon Kindle, tenho disponibilizado semanalmente um livro para a Promoção Livro Gratuito, em que pode ser baixado sem custo algum, no formato e-Pub, para ser lido em qualquer dispositivo ou (o que acho melhor) manter na biblioteca pessoal da sua conta na Amazon, podendo ser lido online quando e onde quiser.
O livro gratuito desta semana é CALEIDOSCÓPIO, o terceiro livro da Série Snake Stories - e o primeiro livro escrito por Snake Eyes, em 2004 :)
O preço normal do livro é de R$ 3,99, mas até sábado, dia 20 de setembro, você poderá baixá-lo de graça neste link:
Fique de olho por aqui no blog ou na minha página no Facebook, que sempre estarei trazendo novidades sobre os livros e as deliciosas promoções que todos gostam :D pois, melhor do que um precinho super barato, é um precinho 0800 XD

Guillermo del Toro e Chuch Hogan - Trilogia da Escuridão [resenha]

BY Jossi Slavic Genius IN , 2 comentários




Trilogia da Escuridão é composta por:

1 - Noturno

Nova York , aeroporto JFK.
O Boeing 777 da Regis Airlines, vindo de Berlim, aterrisa na hora prevista. Subitamente, na pista de pouso, seu motor para. As luzes se apagam. Os canais de comunicação silenciam. A equipe de terra se perde numa espera aflitiva por algum sinal dos passageiros.
Considerando a possibilidade de um ataque biológico, o Centro de Controle de Doenças é acionado e o Dr. Eph Goodweather, responsável pelo projeto Canário, responde ao chamado. Ao subir a bordo, seu sangue gela com o que vê.
Harlem Espanhol, rua 188. Numa loja de penhores, um sobrevivente do Holocausto, Abraham Setrakian, cujos estudos de folclore da Europa Oriental levaram-no para os mais obscuros cantos do mundo, intui que algo grave está prestes a acontecer. Sabe que a hora chegou e que a guerra está apenas começando.
Uma pandemia vampírica se espalha por toda a cidade de nova York e irrompe numa batalha sem proporções. Eph se une a Setrakian e a um grupo inusitado de combatentes para neutralizar a ação do vírus e salvar a sua cidade - a mesma que abriga sua mulher e seu filho - antes que seja tarde demais.
Guillermo Del Toro, criador visinário de O labirinto do fauno, e Chuck Hogan, autor consagrado pelo prêmio Hammett, trazem sua imaginação para este épico de coragem e audácia, sobre uma batalha entre homens e vampiros que ameaça toda a humanidade. Noturno é o primeiro livro da Trilogia da Escuridão, um fenômeno que promete conquistar o mundo.

2 - A Queda

Segundo volume da 'Trilogia da Escuridão', 'A queda' da continuidade a terrivel epidemia de vampiros imaginada pelo cineasta Guillermo Del Toro em 'Noturno'. Escrita em parceria com o autor de thrillers Chuck Hogan, a serie narra uma invasão de vampiros em Nova York provocada por um virus capaz de causar uma pandemia em escala mundial. Em 'A queda', o virus disseminado a partir de um avião vindo de Berlim segue se alastrando por Nova York e transformando pessoas comuns em perigosas criaturas sedentas por sangue. Enquanto tenta combater a epidemia, o doutor Ephraim Goodweather se depara com uma nova e ainda mais assustadora ameaça - uma guerra entre os vampiros do novo e do velho mundo. Com a ajuda de Abraham Setrakian, ex-professor em Budapeste e sobrevivente dos campos de exterminio nazistas, e de Vassily Fet, do Serviço de Controle de Pragas, o medico precisa agir antes que a especie humana seja exterminada.

3 - Noite Eterna

O aguardado desfecho da Trilogia da Escuridão do premiado cineasta Guillermo Del Toro em parceria com Chuck Hogan, chega às mãos dos leitores em Noite Eterna. Dois anos após o início da epidemia de vampiros que se alastrou pelo globo, os dias têm apenas duas horas de sol e a humanidade encontra-se à beira da aniquilação. A única esperança de resistência contra o exército do Mestre, o vampiro ancestral, é o grupo liderado por Eph Goodweather. Mas as evidências de que há um traidor entre eles pode pôr em risco o destino da raça humana. Traduzida em mais de 20 países, a série renova as tradicionais histórias de vampiros e surpreende pela originalidade.

O QUE ACHEI:
Uma série escrita com perfeição para se tornar sucesso de vendas rápidas e, provavelmente, sucesso posterior no cinema ou na tevê. Interessante é notar como alguns desses livros escritos meramente para entreter e fazer sucesso no cinema acabam se tornando "clássicos modernos", como ocorreu com alguns livros de Stephen King.

Foi uma série longa, mas bastante interessante e de fácil "digestão literária", para usarmos uma expressão metafórica e cômica. Os autores capricharam nos personagens, cenários, trama e culminaram com um final quase épico. 

Do enredo: Só posso dizer que é perfeito, dosagens equilibradas de suspense, ação (muito violenta, por sinal), fantasia e romance.


Dos personagens: Todos carismáticos. Do protagonista - Ephraim Goodweater até o antagonista, conhecido como "Mestre" - os personagens desfilam com qualidades e defeitos que facilmente os classificam como "do bem" ou "do mal", mas nem por isso viram clichês enjoativos ou insossos. Muito ao contrário: Vão para além do bem e do mal, são muito humanos (falando de humanos, não dos vampiros) e mesmo um líder de gangue, aqui pode sair do seu universo escuro e decadente para se tornar um herói.

Resumo: Uma trilogia que começou parecendo-se muito aos livros de ficção científica misturado ao terror clássico de "Drácula" e mais doses de suspense policial, ela se desenvolveu para algo que se tornou muito similar aos modernos romances sobre "apocalipses zumbis"  que tanto empolgam as novas gerações de leitores. Confesso que, fora "The Walking Dead" não sou fã de filmes, séries ou livros com zumbis. Talvez porque todos sigam sempre o mesmo padrão - vírus mortal, pessoas em pânico, mundo se perdendo, pessoas virando zumbis, pequeno grupo de sobreviventes. E a luta pela sobrevivência.

Aqui, a trilogia "Da Escuridão" se destaca, não apenas porque o povo não vira zumbi, mas vampiros. E porque, apesar de ter um caráter bastante ficção científica, os livros misturam um punhado de folclore norte-europeu, mitologias, religiões, misticismo. Não se trata apenas da dominação do planeta pelo Mestre-Vampiro, se trata de uma antiga "reivindicação" desse senhor do mal ou "vingança" talvez, contra o seu Pai Primordial. Por isso a história é tão envolvente: Além do quebra-quebra usual, lutas de rua, conflitos familiares e duras escolhas na luta pela sobrevivência, há ainda muitos mistérios que se tornam uma obsessão para o leitor desvendar: Quem é esse Mestre, de onde veio? Por que ele está aqui? Quem são os Outros Antigos? Quem é o Nascido? Qual o papel de Ephraim na história, por que ele é tão importante em toda a trama?

O professor judeu Abraham Setrakian é, de longe, meu personagem favorito. Um idoso que viveu todos os horrores da Segunda Guerra, como prisioneiro num campo de concentração nazista, o pobre homem é o único (no Livro I) que sabe da existência da praga vampiresca. E é através dele que Ephraim e sua companheira, a médica Nora Martinez, irão de encontro ao real perigo que ameaça a todos.

Setrakian continuará firme no livro II, mas logo surgem mais personagens carismáticos, como exterminador de Pragas, Vassily Fet, Gus (líder de gangue), etc. 


O final é simplesmente imprevisível: Nada poderia apontar para o que vai acontecer no último capítulo, o que porá fim ao drama da Escuridão. 

Eu gostei no geral, embora tenha me afeiçoado ao Dr. Eph, Gus, Setrakian, etc. e tivesse preferido para eles outros destinos. Mas o enredo e a ação desenvolvida por eles na trama valeu cada linha lida e cada emoção sentida.

Uma trilogia que recomendo com muiita emoção (até me senti tentada a chorar um pouquinho em algumas cenas) e que desejo, sinceramente, que se torne um épico no cinema também.


Família Tradicional e Conservadora, e daí? [artigo]

BY Jossi Slavic Genius IN -


PARECE QUE estamos vivendo tempos conturbados ultimamente. E com várias questões morais, sociais e políticas que nos andam deixando de orelhas em pé e olhos esbugalhados.

Depois de leis como a PL 122, que causaram certo bafafá no país (lei contra a homofobia), começaram a surgir diversas novas "teorias" ou "sugestões" de novas leis que, de uma forma ou de outra, ferem a liberdade de expressão dos cidadãos e, mais grave ainda, da chamada "família tradicional".

Mas, afinal de contas, você me pergunta. O que tem a ver a família com tudo isso? Bem, família é um termo muito abrangente, segundo certos segmentos políticos do Brasil - como o PT, por exemplo. Até mesmo há uma nova palavra em português, a palavrinha poliamor [1] (do grego 'poli' - muitos, e do latim 'amor', ou seja, muitos amores...). Segundo determinados psicólogos e movimentos sociais [2], o poliamor é uma nova face do relacionamento humano, onde a monogamia é deixada de lado em benefício de relacionamentos diversos, onde uma "família" poderá ser integrado por dois, três, quatro ou até mais casais... Todos convivendo dentro da "maior ética, respeito e responsabilidade"

Agora, cá entre nós: Isso pode ser chamado de "amor", múltiplo, numeroso ou seja lá qual for o adjetivo? Isso jamais poderá ser chamado de "relacionamento amoroso" e menos ainda, familiar. Que me desculpem os defensores de tal barbaridade, mas isso sim nos remete aos tempos das cavernas... Isso sim, é um retrocesso.

Deixando de lado essa perspectiva lúgubre das relações "amorosas", voltemos ao tema da família tradicinal. Um site, o Consciência.blog.br, catando uma foto de família (provavelmente cristã), escreveu um artigo intitulado "O racismo da defesa exclusivista do molde “cristão” de família", onde o autor critica a família tradicional, alegando que "Os militantes conservadores consideram “pecaminosos” e “desviados” aqueles modelos de família que destoem do padrão branco-europeu e burguês de um casal heterossexual monogâmico acompanhado de poucos filhos."

Em primeiro lugar: "militantes conservadores" que consideram pecaminosa uma família que não seja branca (leia-se, de "origem europeia"): Isso não existe. O Brasil, por sua própria constituição multirracial, é um grande caldeirão onde se fundem todas as raças, etnias, culturas e origens. Aqui inexiste essa coisa de "nobre", "aristocrático", "branco-europeu", porque nenhum descendente de europeu por aqui é puro - famílias de "sangue puro", se é que ainda existem, seriam as de imigrantes chineses e/ou asiáticos recentes, que talvez mantenham certo distanciamento dos nativos nacionais por uma questão intrínseca que foge ao nosso entendimento. Quanto ao "branco-europeu"... Isso é brincadeira, não é mesmo?


Em segundo lugar: "...burguês, de um casal heterossexual monogâmico acompanhado de poucos filhos." Burguês, o que seria isso? Querem dizer família de classe média, suponho. 



O que é, de que se compõem a tão famigerada "classe média" que a militante petista Marilena Chauí disse "odiar" tanto? [3] Bem, que eu saiba, eu própria sempre fui de classe média e isso não significa ser "rico" ou pertencer a aristocracia. Ademais, essa história de que existe no Brasil uma "elite branca", segundo discurso do ex-presidente Lula e da presidente Dilma, em uma declaração à jornalista Renata Lo Prete, da Globonews, é um verdadeiro absurdo. O que há no Brasil é uma elite financeira, não racial, senhores Lula e Dilma. Essa frase é claramente preconceituosa, estranha, incitadora de ódios raciais, vindo justamente de um governo que se diz "contra os preconceitos e a favor dos direitos humanos". Por que não usaram a frase certa, "elite financeira"? Porque, naturalmente, eles estariam inseridos nessa elite.


E continuando: "...de um casal heterossexual monogâmico acompanhado de poucos filhos". Casais heterossexuais são a maioria e monogamia é algo bastante normal, correto? Ou será que devemos então considerar a aberração citada no início do artigo, o tal do "poliamor" (em outras palavras, suruba) como algo normal? Naturalmente, em tempos de mudanças tão opressores na sociedade e em que o que é tradicional, moral e ético está sendo tachado de "ultrapassado", em que as palavras "pai" e "mãe" já estão sendo consideradas como "preconceituosas" e poderão ser abolidas das certidões de nascimento, tudo é possível. Com relação à famílias homoafetivas eu, para ser sincera, não conheço nenhuma. Nenhuma mesmo - e isso não significa que eu seja contra os homossexuais ou que tenha algum preconceito contra casais homossexuais. De jeito nenhum: Apenas digo com toda sinceridade que, se existem famílias nesses moldes, devem pertencer a outros países e/ou culturas, pois até hoje não conheci nenhuma.

E, de minha parte, declaro-me abertamente conservadora no que diz respeito à família tradicional, ou seja, a família composta de por pais amorosos, filhos - biológicos ou adotivos, avós, tios, tias, sobrinhos, etc. Se é uma família de apenas um filho, de dois, de vários. Se é apenas composta de um tio e alguns sobrinhos. Ou de avós e netos. Seja a família de que raça, religião, região, cultura, etc., for. E essa história de que a "família cristã é de molde alvi-eurocêntrico e burguês" é um  palavrório vazio, sem nenhum sentido, de forma alguma em acordo com a realidade, já que sabemos o quanto as famílias brasileiras são heterogêneas em suas origens, suas cores, suas crenças, raízes, ideologias e filosofias de vida.



Isso para mim é ser conservador e cristão: A consciência de que a família é a base e o sustentáculo da sociedade, já que é a partir dela que o indivíduo forma seu caráter e se prepara para a vida. 

Admiráveis famílias brasileiras! Fico aqui, com uma pequena homenagem a todas as famílias do Brasil e em lembrança da minha família de origem, tão "burguesa e branca" quanto todas as famílias do Brasil - que na verdade é um arco-íris de raças.


REFERÊNCIAS E LINKS:

1.. Artigo da Wikipédia [http://pt.wikipedia.org/wiki/Poliamor ]

2.. International Conference on Polyamory & Mono-Normativity